HomeGuilherme SallesHistória da cerveja India Pale Ale, a famosa IPA

História da cerveja India Pale Ale, a famosa IPA

Sem dúvida nenhuma, I.P.A. é uma das siglas mais famosas no mundo cervejeiro. Muita gente já encontrou esse nome estampado em algum rótulo nas prateleiras, geladeiras de lojas e bares especializados.

Abreviação para India Pale Ale, esse estilo de cerveja que foi criado por ingleses e reinventado pelos americanos tem o lúpulo como estrela principal.

Sabemos que toda cerveja leva basicamente em sua receita água, malte de cevada, levedura (fermento) e lúpulo. Esse último ingrediente em questão é responsável pelo amargor, espinha dorsal da cerveja para equilibrar a doçura do malte.

Além do amargor, o lúpulo “tempera” a cerveja com características herbais, florais, cítricas e frutadas de acordo com a variedade utilizada. Também é considerado um conservante natural da cerveja, com funções anti-inflamatórias benéficas para a nossa saúde. Beleza, mas e a India? As cervejas inglesas, em sua maioria, são de Alta Fermentação (ALE) e seus exemplares mais refrescantes do tipo Bitter e Pale Ale. O estilo India Pale Ale é uma variação da cerveja Pale Ale, que segundo a versão de alguns historiadores foi adaptada para suportar as longas viagens até a Índia e abastecer os colonos britânicos.

O seu desenvolvimento destacou-se na cidade industrial de Burton-upon-Trent, região central da Inglaterra conhecida por sua “água dura”. As características dessa água ajudavam a levedura a consumir bastante açúcar e produzir cervejas mais secas, graças a grande quantidade de sulfato de cálcio e outros minerais.

A história clássica nos conta que no século XVIII era impossível fabricar cervejas na Índia e as cervejas importadas da Inglaterra chegavam estragadas. Foi quando o cervejeiro George Hodgson produziu uma Pale Ale mais alcoólica (7% ABV), encorpada e bastante amarga, com adição de lúpulo também na etapa de maturação (Dry Hopping) contra uma possível deterioração.

O teor alcoólico elevado, a boa dosagem de lúpulo e a “água dura” como aliada da levedura para diminuir o residual de açúcar teriam sido os elementos vitais para a cerveja chegar em excelente estado na cidade de Calcutá (Índia). Atualmente alguns estudiosos defendem que naquele período outras cervejarias já exportavam cervejas mais alcoólicas maturadas por longos períodos em barris e com dose extra de lúpulo para conservação. Além disso, a cervejaria de George Hodgson exportava para a Índia as mesmas cervejas que comercializava na Inglaterra: Pale Ale, Porter e uma Ale mais encorpada conhecida como October Beer. Mas obviamente com temperaturas acima dos 30ºC, essa “Pale Ale” dedicada à Índia caiu no gosto dos colonos ingleses. No final do século XIX, o estilo India Pale Ale teve uma drástica queda no consumo devido a popularização das cervejas American Lager.

O seu ressurgimento veio junto com a revolução da cerveja artesanal nos Estados Unidos nas décadas de 70 e 80. E hoje, muitos apaixonados por cerveja citam o estilo IPA como um de seus preferidos. Depois de toda essa história a boca já começa a salivar por uma boa IPA pra saciar a sede de lúpulos.

Para fãs do estilo e interessados, seguem algumas dicas:

  1. SUCURIPA, English IPA da cervejaria paranaense Providência (6,8% ALC / 58 IBU / Garrafa 500ml).
  2. EVERIPA, American IPA da cervejaria santista Everbrew (6,6% ALC / 66 IBU / Lata 473ml).
  3. INDIA WHITE ALE, White IPA da cervejaria carioca Three Monkeys (7,0% ALC / 44 IBU / Garrafa 500ml).
  4. CRYO HOPERATION, New England IPA com Cryo Hops (Pó de Lupulina) da cervejaria paulista Heróica e portuguesa Post Scriptum (7,0% ALC / 65 IBU / Lata 473ml)
  5. HOPFEN, Imperial / Double IPA com lúpulos alemães da cervejaria paulista Dortmund (8,5% ALC / 80 IBU / Garrafa 600ml).

Nome: Guilherme Salles
Data de nascimento: 22/03/79
Cidade / Estado: São Paulo/SP
Formação profissional: Publicitário e Sommelier de Cervejas
Atuação na cerveja: Sommelière/Sommelier de cervejas / Dono de loja/bar/restaurante
http://www.instagram.com/beerforjunkies
Site / blog / canal de Youtube (link): http://www.tupinibeer.com.br
Facebook (link): http://www.facebook.com/tupinibeer
Instagram (link): http://www.instagram.com/tupinibeer
Untappd (link): guijsalles

Comentários